A terapia da Nova Medicina Germânica

A terapia da Nova Medicina Germânica

Saiba sobre a terapia nas fases do conflito

A terapia na Nova Medicina Germânica

Nesse artigo, vamos abordar sobre a terapia da Nova Medicina Germânica, temos certeza que você será convencido pela força da lógica, da beleza e o senso comum de sua abordagem terapêutica.

Através da compreensão das Cinco Leis Biológicas é possível entender a origem de um conflito e consequentemente sua cura, saindo dos paradigmas apresentados pela medicina tradicional.

Dr. Hamer afirma que muitos de nós, alguma vez em nossa vida, passaremos por uma experiência de um conflito e teremos um câncer, mas isto faz parte da vida, desde que passamos a entender as Cinco Leis Biológicas.

Saiba como funciona a terapia nos momentos do conflito:

Durante a fase do conflito ativo

O indivíduo que está passando por um conflito ativo, mostra sinais como falta de sono, falta de apetite, mãos e pés frios.

Segundo o ponto de vista biológico, o estado de stress, particularmente o excesso de horas sem dormir e a total preocupação com o conflito têm o propósito de colocar o indivíduo num estado que lhe permite uma resolução do mesmo. Ou seja, no momento em que experimentamos o choque devido a um conflito.

Na ocasião em que é experimentado o choque devido a um conflito, o sistema nervoso autônomo muda prontamente para o estado de simpaticotônia (um estado maior de stress) de forma a providenciar mais energia para o nosso organismo, de modo a que estejamos mais capacitados a resolver o conflito rapidamente.

Junto com o conflito ocorre também uma alteração com significado biológico no órgão correspondente. Caso seja necessário mais tecido para que o problema seja solucionado, o tecido ou órgão relacionado com o conflito responde com uma proliferação de células, tal como um crescimento de um tumor, se for necessário menos tecido para ajudar a resolução do conflito, o tecido ou órgão respondem ao conflito com uma perda de células causando, por exemplo, angina de peito (que envolve as artérias coronárias).

Com isso, a terapia na Nova Medicina Germânica é baseada na compreensão do significado biológico dos sintomas e no apoio de seu processo em vez de lutar ou interferir com o mesmo.

No momento em que o indivíduo compreende que os sintomas específicos, incluindo alguns cânceres, fazem parte do conflito ativo, ele passa a ter o controle total da situação.

Conseguimos ultrapassar rapidamente qualquer medo ou pânico. Com a ausência do medo o indivíduo pode concentrar-se totalmente na resolução do conflito.

Durante a fase da cura

A fase de cura é caracterizada por dores de cabeça, fadiga, inchaços, dores, inflamações, febre, suores noturnos, gases, descargas (potencialmente misturadas com sangue). As infecções e certos tipos de cânceres, como chamamos, são sintomas indicando que o conflito que esteve na origem da ‘’doença’’ está solucionado e que o órgão ou tecido relacionado está em um processo de processo de cura espontânea.

A maioria das doenças, incluindo o câncer intra dúcteo da mama, cervical, dos brônquios ou o linfoma (não o linfoma de Hodgkins) apresentam tratamento, tanto pela medicina alopática como a naturopatia, quando estão já no processo da fase de cura.

Conclusão

A terapia realizada por um profissional que possui total compreensão da Nova Medicina Germânica, auxilia no processo de cura sem interferir ou causar qualquer tipo de dano.

Quando o paciente e o terapeuta trabalham juntos, como facilitadores para a natureza, a fase de cura pode ser um lindo processo de afirmação de vida para ambos.

Gostou do artigo? Compartilhe com outros profissionais da saúde ou com um amigo querido que poderá ajudar.

Conheça ainda mais a Germânica Heilkunde através do nosso ebook:

Nova-medicina-germanica-pdf

Este blog é apenas um blog educativo. As informações e serviços aqui contidos não devem ser interpretados como um diagnóstico, tratamento, prescrição ou cura para a doença. Aqueles que buscam tratamento para uma doença específica devem consultar seu médico para determinar o protocolo de tratamento adequado, correto e aceito antes de usar qualquer coisa que é divulgado nesta página. O material referenciado acima reflete a convicção sincera da Dra. Marina Bernardi sobre esta nova medicina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram

  • Instagram Image
  • #marinabernardi #germânicaheilkunde #novamedicinagermânica #5leisbiológicas #5leisdedrhamer #autocura #natureza
  • Eu olhei a receita, e me bateu uma enorme tristeza. Como uma pessoa que estudava há 10 anos sobre a cura interior, poderia tomar pela segunda vez um antibiótico por não conseguir aliviar os sintomas sozinha? Eu estava com uma dor na minha garganta, já não conseguia engolir mais nada. Já tinha tomado uma caixa de antibiótico contra a vontade,( depois de mais de 15 anos sem antibióticos) e quando cheguei na consulta, o médico não acreditou que o antibiótico + anti-inflamatório não havia dado resultado, a dor e os sintomas retornaram. O médico perguntou: Quando começou? Adivinha o que eu respondi? Depois que eu e meu marido discutimos. E ele, fingiu que acreditava com aquele olhar que diz: Mais alguma coisa? Fiquei com cara de paisagem ali, e disse “eu acho que é emocional” E ele falou, pode ser que seja refluxo também. E me deu aquela vontade de dizer, "sim doutor, é contrariedade indigesta, eu estou bastante irritada" E ele disse é possível que tenha refluxo e então as bactérias precisam agir ali... Eu tinha certeza que era refluxo, pela situação que vivi. Então ele disse, infelizmente tem placas e você precisa tomar mais uma caixa de antibiótico. Eu pensei comigo “Nãoooooo. EU VOU DAR UM JEITO NISSO.” Mas só pensei, não disse. E falei Ok, obrigada. Eu voltei pra casa derrotada. Minha cara de angustiada dizia tudo quando eu me olhava no espelho. (continua nos comentários)

Siga-me!!!