O que é a síndrome de Tourette?

Neste novo artigo pretendo explicar sobre a síndrome de Tourette pela visão da Medicina Germânica Heilkunde.

A síndrome de Tourette é um diagnóstico clínico para a presença de múltiplos tiques motores e vocais. 

Você sabia? Na Idade Média, a síndrome de Tourette era considerada uma “possessão”, nos dias atuais, acredita-se que seja uma doença genética ou causada por um desequilíbrio químico do neurotransmissor dopamina de acordo com a medicina tradicional.

Como estudamos através de pesquisas de Dr. Hamer, o que chamamos de “doença”, na verdade são originadas de um ou mais conflitos biológicos que ocorrem na vida de um indivíduo. Um conflito biológico é sempre vivido de forma traumática e em solidão.

Qual é o conflito biológico relacionado à constelação do córtex motor?

Síndrome de Tourette pela Germânica Heilkunde

O conflito ligado à constelação do córtex motor é o de “sentir-se preso”. O conflito pode estar associado a todo o corpo ou a um único músculo ou grupo muscular.

A constelação do córtex motor causa hiperatividade motora e uma compulsão para se mover. A compulsão para se mover apresenta-se como não ser capaz de ficar parado, se contorcendo na cadeira, inquietação excessiva, batendo com as mãos ou pés, balançar as pernas, andar de um lado para o outro, tecendo ou balançando. O grau de hiperatividade é proporcional à intensidade dos conflitos. 

O objetivo da constelação é neutralizar a angústia de se sentir preso ao movimento máximo. Mover acalma a pessoa e reduz a ansiedade.

Transtorno hiperativo

Em psiquiatria, um desejo persistente de se mover é classificado como um transtorno hiperativo. Com a Medicina Germânica Heilkunde aprendemos a entender a razão da sociedade atual cada vez mais crianças apresentarem esse comportamento. 

Não tem nada a ver com uma dieta rica em açúcar, como sugerido, mas sim com sentir-se preso: na  creche, na escola ou em uma situação familiar difícil. 

Ficar preso em casa a maior parte do dia (assistir TV, jogar jogos de computador, uso excessivo de celular) pode causar conflitos motores em uma base estritamente biológica, porque os humanos, principalmente as crianças, precisam se mover! 

Na medicina tradicional, um diagnóstico de “transtorno hiperativo” também pode ser feito quando uma criança é maníaca com predominância do humor maníaco. Assim como um diagnóstico de TDH (Transtorno de Déficit de Atenção) pode ser feito quando a criança está deprimida.

Conflitos motores já podem ser vivenciados no útero, por exemplo, quando o feto se sente preso no útero por causa de ruídos insuportáveis ​​nas imediações (motosserras, britadeiras, trânsito barulhento, gritos, berros). 

Como resultado, o bebê nasce com hiperatividade. Uma experiência de vacinação angustiante (não ser capaz de escapar, sentir-se amarrado) pode levar à hiperatividade motora na primeira infância.

A chamada síndrome das pernas inquietas, uma vontade irresistível de mover as pernas, origina-se de conflitos motores relacionados às pernas de sentir-se preso (atrás de um banco de escola, atrás de uma mesa, atrás de um balcão) ou não conseguir escapar de uma lugar ou uma situação desconfortável. 

Tiques motores

Os tiques motores com movimentos repentinos, rápidos, repetitivos e compulsivos também revelam uma constelação do córtex motor.

Os tiques específicos, como sacudir a cabeça ou o pescoço, encolher os ombros, agitar as mãos e braços, gesticular, tocar compulsivamente, movimentos das pernas (saltar ou pular) revelam a situação de conflito original (uma briga, um estupro, querer se afastar do ofensor, angústia de não poder reter alguém ou escapar de uma situação perigosa). 

Nas crianças, os tiques motores podem se originar de “sentir-se preso” na escola (ser provocado, intimidado, não querer ir à escola) ou preso em uma situação familiar angustiante (abuso ou violência doméstica). Isso explica do porque a maioria das crianças resolve os tiques quando atingem a idade adulta.

A Germânica Heilkunde oferece uma explicação do porque os tiques motores se desenvolvem em um determinado momento da vida de uma pessoa, simplesmente porque diferem de pessoa para pessoa e porque variam em gravidade.

Tiques vocais

Os tiques vocais, também conhecidos como tiques fônicos, envolvem ambos os relés da laringe, incluindo a área de Broca (centro da fala) inserida no centro de controle dos músculos laríngeos (hemisfério cortical esquerdo). 

Dependendo do gênero, lateralidade e status hormonal de uma pessoa, o conflito ligado à laringe é um conflito de medo-susto ou conflito de medo territorial. O conflito específico associado à área de Broca é um conflito sem palavras, vivenciado como um susto agudo.

Os tiques vocais ocorrem com atividade de conflito simultânea ligada a um relé cerebral no lobo temporal direito. As vocalizações repetitivas específicas (limpar a garganta, grunhir, chiar, latir ou sons complexos, como palavras, frases ou frases completas) revelam o conflito subjacente.

Conclusão

Espero que você tenha compreendido sobre a síndrome de Tourette pela visão da Medicina Germânica Heilkunde.

Considerou o artigo útil? Compartilhe esse artigo para que possamos ajudar mais pessoas a terem conhecimento sobre a Medicina Germânica Heilkunde.

Quer saber mais sobre como você pode enxergar além e encontrar a real causa das doenças nas crianças para promover a verdadeira cura em seus pacientes ou em seus filhos?

>>>Confira agora o livro digital: A Leitura dos Sintomas das Crianças. 

Este blog é apenas um blog educativo. As informações e serviços aqui contidos não devem ser interpretados como um diagnóstico, tratamento, prescrição ou cura para a doença. Aqueles que buscam tratamento para uma doença específica devem consultar seu médico para determinar o protocolo de tratamento adequado, correto e aceito antes de usar qualquer coisa que é divulgado nesta página. O material referenciado acima reflete a convicção sincera da Dra. Marina Bernardi sobre esta nova medicina.