Rosácea é uma condição comum da pele que causa vermelhidão e vasos sanguíneos visíveis no rosto. Também pode produzir pequenas protuberâncias vermelhas, repletas de pus.

A condição pode afetar qualquer pessoa, mas é mais comum em mulheres de meia idade que têm pele clara.

Existem várias especulações em relação a causa de distúrbios na pele como a rosácea, as teorias variam de predisposições genéticas, sensibilidade a substâncias alimentares, a má circulação e estresse.

Quais são os sintomas da rosácea?

Rosácea segundo a Germânica Heilkunde

A rosácea pode apresentar os seguintes sintomas:

  • Vermelhidão na face: a rosácea geralmente causa uma vermelhidão persistente na parte central do rosto. Pequenos vasos sanguíneos no nariz e nas bochechas incham e se tornam visíveis.
  • Inchaços: muitas pessoas também desenvolvem espinhas no rosto que se assemelham a acne. Esses inchaços às vezes contêm pus. Sua pele pode ficar quente e macia.
  • Problemas oculares: Muitas pessoas também apresentam olhos secos, irritados, inchados e pálpebras vermelhas. Isso é conhecido como rosácea ocular. Em algumas pessoas, os sintomas oculares precedem os sintomas da pele.
  • Nariz aumentado: Com o tempo, a rosácea pode engrossar a pele do nariz, fazendo com que o nariz pareça bulboso. Isso ocorre mais frequentemente em homens do que em mulheres.

Qual é a causa da rosácea segundo a Germânica Heilkunde?

Dr. Hamer, através de centenas de estudos de caso, descobriu que um distúrbio de pele está sempre ligado a um “conflito de separação”.

Um “conflito de separação” refere-se: experimentar como se “meu filho, meus pais, meu parceiro, meu amigo…fosse arrancado da minha pele”.

As análises de varredura cerebral mostraram que esse tipo de sofrimento emocional afeta, sem exceção, o chamado córtex sensorial, que é a parte do cérebro que se desenvolveu durante o curso da evolução.

A separação de um ente querido pode ser emocionalmente muito angustiante. Na natureza, a separação da matilha, de um cônjuge ou um filho, é biologicamente falando uma situação de emergência.

Durante a fase ativa do conflito, a pele perde células epidérmicas, causando perda de sensibilidade ao toque. A “paralisia sensorial” é uma forma natural de proteção contra traumas adicionais desse tipo.

Como resultado da perda de células epidérmicas, a pele fica seca, áspera e pode descamar.

Com a resolução do conflito, a pele começa a se recuperar, reabastecendo a área ulcerada com novas células.

Durante esse processo de reparo, a pele fica inflamada, com coceira, bolhas e inchaço. Distúrbios da pele como a rosácea, por exemplo, são sinais positivos que indicam que um processo natural de cura está em andamento.

>>>Baixe ebook gratuito: A medicina germânica e seu poder de cura

Relação entre doenças de pele e emoções

Segundo artigo da Harvard Medical School, problemas emocionais podem gerar problemas de pele.

A relação entre a mente e a pele tem raízes profundas, principalmente levando em consideração o contato pele a pele entre o recém-nascido e a mãe.

O interesse nessa relação levou ao desenvolvimento de um campo chamado psicodermatologia ou medicina psicocutânea.

Segundo o psicólogo clínico e especialista em psicodermatologia, Dr. Ted A. Grossbart do Beth Israel Deaconess Medical Center de Boston, as pessoas que visitam os médicos para uma condição de pele, geralmente têm um problema psicológico relacionado que pode afetar a maneira como respondem ao tratamento médico.

Ocorrendo assim, o reconhecimento de que problemas emocionais também podem estar envolvidos em distúrbios da pele, especialmente quando uma condição da pele resiste ao tratamento convencional.

O cérebro e o sistema nervoso influenciam as células imunológicas da pele através de vários receptores e mensageiros químicos.

Os cientistas estão investigando essas e outras substâncias na pele que podem responder ao estresse psicológico. Eles já descobriram que certos tipos de estresse podem interferir no sistema imunológico, afetando a capacidade de cicatrização da pele.

Fonte: https://www.health.harvard.edu/newsletter_article/Recognizing_the_mind-skin_connection

Conclusão

Espero que você tenha compreendido a visão da Germânica Heilkunde em relação à rosácea.

Considerou o artigo útil? Compartilhe esse artigo para que possamos ajudar mais pessoas a terem conhecimento sobre a Nova Medicina Germânica.

Quer ter um maior conhecimento da Germânica Heilkunde? Participe da nossa próxima turma Germânica Heilkunde Formação Online.

Este blog é apenas um blog educativo. As informações e serviços aqui contidos não devem ser interpretados como um diagnóstico, tratamento, prescrição ou cura para a doença. Aqueles que buscam tratamento para uma doença específica devem consultar seu médico para determinar o protocolo de tratamento adequado, correto e aceito antes de usar qualquer coisa que é divulgado nesta página. O material referenciado acima reflete a convicção sincera da Dra. Marina Bernardi sobre esta nova medicina.

Summary
Rosácea segundo a Germânica Heilkunde
Article Name
Rosácea segundo a Germânica Heilkunde
Description
Rosácea é uma condição comum da pele que causa vermelhidão e vasos sanguíneos visíveis no rosto. Também pode produzir pequenas protuberâncias vermelhas, repletas de pus. A condição pode afetar qualquer pessoa, mas é mais comum em mulheres de meia idade que têm pele clara.
Author
Publisher Name
Germânica Heilkunde - Marina Bernardi
Publisher Logo