AIDS e HIV: Qual é a diferença?

Através deste artigo, pretendo esclarecer sobre o que é a AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) pela Medicina Germânica Heilkunde. Para isso, cito a Quarta Lei Biológica, descoberta por Dr. Hamer.

O que é a Quarta Lei Biológica? De acordo com o Dr. Hamer, as chamadas “doenças” vêm de dentro para fora. As bactérias, vírus ou fungos fazem parte da nossa natureza, e eles existem para nos ajudar, limpando e reconstruindo o ecossistema.

Sendo assim, deveríamos começar a fazer conexões entre o que fazemos com a nossa vida e as respostas biológicas que o nosso corpo apresenta. Ou seja, os sintomas são reflexos de um ou mais conflitos biológicos que ocorrem na vida de uma pessoa.

Também pretendo deixar claro sobre a diferença entre HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana) e a AIDS.

O HIV pela Germânica Heilkunde

O que é a AIDS? Pela Medicina Germânica Heilkunde

O HIV, assim como os demais vírus, age em tecidos do ectoderme, especificamente, na fase de cura.

Os conflitos que acionam esse programa biológico são os conflitos territoriais com contexto de disputa territorial, envolvendo principalmente, nesse caso, os conflitos sexuais. 

Um conflito sexual se refere a qualquer sofrimento relacionado à sexualidade. Isso inclui sexo doloroso, abuso/assédio sexual, rejeição sexual, traição, falta de atividade sexual devido a uma separação inesperada ou perda de um parceiro.

Dessa forma, o HIV pode ser detectado em exames quando o programa biológico se encontra em fase de cura, que é após a resolução do conflito, pois é nesse momento em que os microrganismos estão agindo para ajudar na reparação tecidual.

A AIDS pela Germânica Heilkunde

A AIDS, pela visão da Germânica Heilkunde, irá ocorrer após o diagnóstico médico. 

Os sintomas da AIDS são o resultado da invenção da AIDS. (Dr. Hamer)

Se há evidência de que o HIV causa AIDS, deve haver documentos científicos que demonstrem, isolada ou coletivamente, esse fato, pelo menos com alta probabilidade. Não existe esse documento. (Dr. Kary Mullis, Prêmio Nobel de Química 1993)

Com base no entendimento das Cinco Leis Biológicas, a maioria dos sintomas da “AIDS” é causada pelo choque do diagnóstico e pelos conflitos biológicos desencadeados pelo medo da doença.

O impacto do diagnóstico médico perante uma “doença sem cura e mortal” produzirá novos conflitos biológicos gerando outros programas biológicos e consequentemente vários sintomas. 

Isso condiz com o que vemos na prática, onde os sintomas da AIDS variam de pessoa para pessoa, pois como sabemos o local de manifestação dos sintomas dependerá da percepção da pessoa frente ao conflito (diagnóstico médico).

Veja alguns exemplos de conflitos biológicos relacionados a AIDS:

  • Conflito de medo da morte envolvendo os pulmões poderá desenvolver câncer de pulmão, tuberculose pulmonar, enfisema pulmonar;
  • Conflitos de susto resultando em sintomas respiratórios como bronquite ou pneumonia;
  • Conflitos de medo frontal podendo gerar o linfoma não-Hodgkin;
  • Conflito de abandono e conflitos de existência pode gerar retenção de líquidos prejudicando a recuperação de demais “doenças”;
  • Conflitos de autodesvalorização (anemia, leucemia, câncer ósseo, linfoma);
  • Ataque ou conflitos de “sentir-se sujo” podendo gerar o sarcoma de Kaposi;
  • Conflitos de raiva territorial (hepatite);
  • Conflitos de separação (erupções cutâneas, herpes); e
  • Conflitos de sangramento desencadeados por exames de sangue que levam a um aumento do baço.

Sarcoma de Kaposi e a AIDS

Essa “doença” se manifesta inicialmente na pele formando placas ou nódulos roxos, vermelhos ou marrons, que são chamados de lesões. As lesões de pele do sarcoma de Kaposi aparecem nas pernas ou rosto, mas também podem aparecer em outras áreas do corpo.

O sarcoma de Kaposi relacionado à AIDS surge com o aparecimento de pessoas infectadas com HIV. Foi em parte o aparecimento incomum e súbito desta forma de “tumor” em tantos jovens no início da “epidemia” de AIDS que levou os médicos a perceberem que uma “nova doença” havia surgido.

Com base no conhecimento da Medicina Germânica Heilkunde, o surgimento da “nova doença” foi causado pelo medo associado ao HIV e AIDS ( “sentir-se sujo ” ou “infectado” por uma pessoa que é “HIV positiva” ou se sentir atacado por causa de sua orientação sexual).

Conclusão

Espero que você tenha compreendido sobre o que é a AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) pela Medicina Germânica Heilkunde.

Considerou o artigo útil? Compartilhe esse artigo para que possamos ajudar mais pessoas a terem conhecimento sobre a Medicina Germânica Heilkunde.

>>> Garanta agora mesmo: Guia definitivo da Medicina Germânica Heilkunde

Este blog é apenas um blog educativo. As informações e serviços aqui contidos não devem ser interpretados como um diagnóstico, tratamento, prescrição ou cura para a doença. Aqueles que buscam tratamento para uma doença específica devem consultar seu médico para determinar o protocolo de tratamento adequado, correto e aceito antes de usar qualquer coisa que é divulgado nesta página. O material referenciado acima reflete a convicção sincera da Dra. Marina Bernardi sobre esta nova medicina.