Fatores que impedem a melhora do seu paciente 

Através deste artigo, pretendo ajudar aquele profissional de saúde que tem dificuldade em atingir seus resultados, falando sobre os principais fatores que impedem a melhora do paciente.

Com a minha história de quase doze anos de prática e depois de formada, atuando com a Medicina Germânica Heilkunde em inúmeros pacientes, acredito que posso te ajudar nessa busca da descoberta da origem da doença.

Então, quais são os cinco fatores que interferem na cura do seu paciente?

  1. Crenças limitantes do próprio terapeuta e paciente
  2. Ambiente que o paciente está inserido
  3. Autorresponsabilidade do paciente
  4. Encontrar a causa real da doença (DHS)
  5. Falta de profundidade na busca das soluções

Assista o vídeo abaixo, onde falo sobre esses fatores:

1. Crenças limitantes 

Crenças do próprio terapeuta

Principalmente, quando você está no começo de sua carreira como terapeuta, recomendo que gaste sua energia com pacientes que realmente querem ser ajudados. Esse fator foi bastante complicado para mim e fui aprendendo com o tempo.

Você deve quebrar sua própria crença de querer tentar ajudar todo mundo ou tentar ajudar pessoas que não querem ser ajudadas.

Evite a prática da auto sabotagem, acredite que mesmo com pouca experiência você conseguirá ajudar seu paciente e fazer a diferença.

Tenha paciência consigo mesmo, não pare de aprender sobre a nova medicina e nunca duvide de sua capacidade.

Crenças do paciente

No choque do diagnóstico ocorre inúmeras crenças, sejam familiares ou crenças da própria medicina tradicional (ex.: doença incurável).

Com isso, se torna necessário quebrar essa barreira. Mostre para seu paciente que a doença não veio para “matar”, mas sim porque há um motivo biológico para isso.

Uma das principais dicas que posso dar, é praticar a empatia e o acolhimento com o paciente, sendo que a intenção do terapeuta ajuda bastante na recuperação.

Reflita que se um paciente chegou até você, existe um motivo para isso. Então, evite as crenças de que você não está preparado para atendê-lo. 

Será que você precisa de mais técnicas ou mais estudos? A resposta é que na verdade, você precisa acreditar em si mesmo.

2. Ambiente em que o paciente está inserido

O segundo fator é o ambiente em que o paciente está inserido, pois não adianta tratar apenas do paciente, sendo que o ambiente também é fundamental.

Por exemplo: um peixe doente que está em um aquário sujo. Você consegue recuperar esse peixe e aí o devolve para o mesmo aquário sujo, isso não vai adiantar nada. Ocorre isso também quando tentamos ajudar pacientes sem mudança de ambiente, transformando no que chamamos de “doença crônica”.

O ambiente não muda e o paciente volta com os sintomas. Esse é um dos fatores que mais fazem com que seu paciente não melhore.

Com isso, muitas vezes será necessário alterar o ambiente para que a pessoa seja curada.

3. Autorresponsabilidade do paciente

Quais são os fatores que impedem a melhora do paciente?

Aquele paciente que aguarda uma solução de fora para seus problemas (passividade) terá dificuldades para a cura. O paciente precisa ter vontade/desejo e iniciativa para se curar.

Devemos motivar o paciente a sair da monotonia, mas cabe somente a ele os passos seguintes. Autonomia e poder de decisão são necessários nessa busca.

O paciente precisa conhecer a si mesmo. O conhecimento é libertador!

Os pacientes devem estudar e aprender sobre seu corpo, sobre sua história, sobre suas emoções e relações.

“Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”.

Albert Einstein

4. Encontrar a causa real da doença (DHS)

É muito importante encontrar o conflito biológico inicial que desencadeou o programa biológico (“doença”), mas não é obrigatório e nem definitivo.

Muitos programas biológicos entram na fase de cura sem termos conhecimento.

Lembre-se que devemos confiar no processo, que os resultados virão.

5. Falta de profundidade na busca de soluções

Nós, como terapeutas da Medicina Germânica Heilkunde, devemos atuar como detetives.

Devemos entender a história, ir a fundo e compreender o que o paciente vivenciou.

Vamos obter resultados somente quando olharmos para a situação com os olhos do paciente (empatia). Ou seja, somente conseguiremos ajudar, se realmente entendermos o que o paciente passou.

Conclusão

Espero que você tenha compreendido sobre os cinco fatores que impedem a melhora do paciente segundo estudos de Dr. Hamer.

Considerou o artigo útil? Compartilhe esse artigo para que possamos ajudar mais pessoas a terem conhecimento sobre a Medicina Germânica Heilkunde.

>>> Garanta agora mesmo: Guia definitivo da Medicina Germânica Heilkunde

Este blog é apenas um blog educativo. As informações e serviços aqui contidos não devem ser interpretados como um diagnóstico, tratamento, prescrição ou cura para a doença. Aqueles que buscam tratamento para uma doença específica devem consultar seu médico para determinar o protocolo de tratamento adequado, correto e aceito antes de usar qualquer coisa que é divulgado nesta página. O material referenciado acima reflete a convicção sincera da Dra. Marina Bernardi sobre esta nova medicina.