Meu Bebê Chora Muito, O Que Fazer?

Meu Bebê Chora Muito, O Que Fazer?

Bebê Chora Muito

Meu bebê chora muito, o que fazer? Se você tem um filho provavelmente já se perguntou isso.

Você já deve ter passado por esse sufoco de não saber o que está acontecendo quando seu bebê chora excessivamente.

E ainda precisa ficar tentando achar respostas como: Será que é fome? Dor de barriga? Hora de trocar a fralda?

O fato é que podem existir vários motivos para seu bebê chorar muito, porém dentre eles existe um motivo especial que muitos pais ainda não sabem e que faz toda a diferença na hora de trazer a tranquilidade necessária para seu bebê.

Quer saber qual é esse motivo especial? Continue aqui!

Por que meu bebê chora muito?

bebê chora muito

 

 

 

 

 

 

Você já sentiu que seu filho foi julgado como “mimado” ou até “birrento” porque chora muito ou até já comparou ele com seu irmão ou filhos de amigos e não entende porque ele chora mais do que os outros?

Então a primeira coisa a fazer é parar de julgar e comparar o seu bebê pois a experiência de vida de cada bebê é diferente e, portanto, a reação de cada bebê também é diferente.

E quando falamos da experiência de vida do bebê, estamos incluindo desde a fase em que ele ainda está no útero da mamãe.

O bebê sente gostos, movimentos e emoções ainda dentro do útero materno e, assim, ele vai vivendo e criando suas percepções e experiências de vida.

É dessa forma que o bebê é capaz de passar por conflitos biológicos ainda antes de nascer e que podem refletir no seu comportamento após o nascimento e até se prolongar na fase adulta, caso o conflito não seja resolvido.

Então, se o seu bebê chora muito e você já recorreu a várias alternativas e não encontrou respostas, pense que a solução pode estar em algum conflito que ele passou ainda na fase uterina.

Mesmo em casos em que a gravidez foi super tranquila, o bebê ainda assim pode passar por algum conflito como, por exemplo, ele pode ter se sentido muito apertado dentro da barriga, pode ter escutado barulhos que não gostou, etc.

Ou seja, se o seu bebê chora muito ele por ter sofrido algum tipo de conflito no ventre materno e esse comportamento do choro excessivo pode ser uma resposta às suas experiências e percepções durante a gestação.

É muito importante entendermos isso e mudarmos nosso olhar!

Então, por vezes, a forma de ajudarmos nosso bebê está em 03 passos:

1.Aceitar

bebê chora muito

 

 

 

 

 

Pare de julgar ou comparar seu filho com outros bebês e aceite ele como um ser único, com seu jeito de ser e sua forma de se expressar.

Cada bebê tem sua forma de perceber e sentir as coisas ao seu redor e, dependendo da forma que ele vive essa experiência, seu corpo pode responder através o choro excessivo.

2.Entender

bebê chora muito

 

 

 

 

 

Entenda que o fato do bebê chorar muito pode estar diretamente relacionado com conflitos que aconteceram ainda na barriga da mãe.

Conflitos que podem acontecer mesmo que a gestação tenha sido super tranquila, pois o bebê tem a sua forma única e singular de experienciar a gestação.

O que para uma mãe pode ser tranquilo, para seu bebê dentro da barriga pode ser altamente desconfortável.

Imagine que cheguem visitas em sua casa e que, apesar da mãe estar se divertido, conversando e escutando música junto com seus amigos, essa situação pode ser uma experiência desconfortável para o bebê.

As músicas e as vozes que ele escuta podem estar altas demais e dependendo do tom das vozes pode até parecer ameaçador para ele.

3.Acolher

bebê chora muito

 

 

 

 

 

Depois de aceitar e entender, é hora de acolher seu bebê com muito amor para ajudá-lo a superar o conflito que passou e resolver a causa do choro excessivo de uma vez por todas.

Quando o bebê precisa da mãe e não encontra o apoio necessário, ele continua com o conflito e o choro excessivo é uma forma de mostrar isso.

Quando a mãe aceita, entende e acolhe seu bebê ele se sente seguro e amado e, muitas vezes, é tudo o que ele precisa para mudar seu comportamento, parar de chorar e ficar tranquilo.

Conclusão.

Não devemos julgar e dizer que, por exemplo, um bebê é “mimado”. Devemos olhar e entender que ele pode estar sensibilizado por causa de algum conflito que ele passou ainda no útero.

Por consequência desse conflito, o bebê pode se sentir com medo ou fragilizado e acaba por chorar excessivamente porque, na verdade, só está querendo a proteção, a presença e o colo da sua mãe já que ela é o seu porto seguro.

Existem bebês que não conseguem resolver seus conflitos e que carregam eles até a fase adulta mas, sempre está em tempo  acolher seu filho mesmo que ele não seja mais um bebê e, assim, resolver algo que o acompanhou desde a gestação.

Grande parte das vezes precisamos apenas de um colo, um abraço e amor.

Quer saber mais? Veja abaixo o vídeo que fiz e que tem mais informações super interessantes sobre o bebês que choram muito:

Inscreva-se no meu canal do YOUTUBE, você será notificado sempre que surgirem novos vídeos em primeira mão 😉

>>>[Youtube] Clique Aqui para fazer a inscrição no Canal da Marina Bernardi

Gostou do artigo? Compartilhe com outros profissionais da saúde ou com um amigo querido que poderá ajudar.

Este blog é apenas um blog educativo. As informações e serviços aqui contidos não devem ser interpretados como um diagnóstico, tratamento, prescrição ou cura para a doença. Aqueles que buscam tratamento para uma doença específica devem consultar seu médico para determinar o protocolo de tratamento adequado, correto e aceito antes de usar qualquer coisa que é divulgado nesta página. O material referenciado acima reflete a convicção sincera da Dra. Marina Bernardi sobre esta nova medicina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram

  • Você já se pesou e de um dia para o outro engordou 01 a 02 quilos?😱
Entenda agora porque isso acontece.... #Marinabernardi #germanicaheilkunde #cienciacurativa #marinabernarditreinamentos #drhamer #medicinagermanica #medicinaheilkunde
  • 🤔👶Depressão pós-partoPorque ocorre? Saiba o que acontece com a Mãe e filho e as duas causas mais importantes que devemos avaliar de acordo com os descobrimentos de Dr. HamerAssista agora em nosso canal do youtube 👉LINK NA BIO
  • Nova York😍 mesmo com o frio congelante, que eu nunca vi coisa mais gelada mesmo, a cidade é  maravilhosa.
Muita gratidão por ter essa oportunidade de estar nestes dias nos EUA.
Nós  organizamos tudo em duas semanas, e hoje posso dizer que tenho a liberdade de ir para onde eu quiser, graças a dedicação  que tenho tido nestes últimos anos, as pessoas. Sim! Todo trabalho, todo esforço  é  retribuído.
E mesmo em Nova York eu continuei trabalhando, muito quando nós  fazemos o que amamos não  desligamos 100%, pois a missão  está  sempre presente.
Uma nova fase começa e nela estou aprendendo muito. No próximo post eu colocarei aqui, sobre um dos presentes mais gratificantes e que está  me fazendo aprender muito, até  com a Germânica Heilkunde. 😍Gratidão Nova York e as pessoas que vivem lá, muitas depressivas sem meio a stress, que me fazem pensar o quanto o mundo todo precisa de ajuda.

Siga-me!!!