O que é a asma brônquica?

A asma brônquica é um problema comum que afeta a saúde global. Você sabia? De 5% a 10% das pessoas de todas as idades sofrem dessa condição das vias respiratórias.

Através desse artigo, pretendo focar a visão da Medicina Germânica Heilkunde sobre a condição de asma brônquica, sua causa e tratamento.

Quais são as causas da asma brônquica?

De acordo com a medicina convencional, os sintomas da asma brônquica podem ser desencadeados, por exemplo, por alérgenos, infecções do trato respiratório ou ar frio.

Mas segundo pesquisas de Dr. Hamer, essa condição envolve conflitos biológicos, que são eventos totalmente traumáticos e inesperados na vida de um indivíduo.

A asma brônquica envolve as seguintes atividades de conflito:

  • Atividade de conflito correspondente ao relé cerebral dos músculos brônquicos no lobo temporal direito, relacionada a um conflito de ameaça em território ou medo em território, dependendo do sexo, lateralidade e status hormonal de uma pessoa.
  • Atividade de conflito correspondente a um relé cerebral no lobo temporal esquerdo (conflito sexual ou conflito de perda territorial, conflito de identidade ou conflito de raiva territorial, conflito de marcação de território feminino ou conflito de marcação de território masculino, dependendo do sexo da pessoa, lateralidade e estado hormonal).

Quando ocorre o ataque de asma?

Asma Brônquica segundo a Medicina Germânica Heilkunde

O ataque de asma ocorre durante a crise epileptoide. A epicrise dos músculos estriados brônquicos apresenta-se como convulsões movendo-se em direção à boca, ou seja, para fora.

Os sintomas da asma brônquica são o chiado típico e a expiração prolongada dos asmáticos (quando os músculos brônquicos são afetados, a expiração é prolongada devido à perda funcional parcial dos músculos que controlam a inspiração).

A epicrise da musculatura lisa brônquica apresenta-se como espasmo, semelhante à hiperperistalse durante uma cólica intestinal. Com retenção simultânea de água devido a Síndrome dos túbulos coletores renais, o ataque de asma pode ser grave.

Quando os músculos brônquicos e laríngeos passam pela crise epileptoide ao mesmo tempo, o ataque de asma se apresenta como expiração prolongada com sibilância (asma brônquica) e inspiração prolongada com respiração ofegante (asma laríngea). Essa condição, chamada de status asmático, causa dificuldades respiratórias agudas com o perigo de morte por asfixia.

Todos os órgãos que derivam do novo mesoderma, incluindo os músculos brônquicos, apresentam a finalidade biológica no final da fase de cicatrização.

Depois de concluído o processo de cicatrização, o órgão ou tecido fica mais forte do que antes, o que permite estar mais bem preparado para um conflito do mesmo tipo.

Ataques crônicos de asma brônquica

Os ataques crônicos de asma indicam que o conflito de medo territorial relacionado não foi completamente resolvido. Na medicina convencional, ataques recorrentes de asma são geralmente associados a uma “alergia”.

Por consequência, o ataque de asma brônquica envolve os músculos brônquicos estriados e lisos. A crise epileptoide dos músculos estriados brônquicos se apresenta como espasmos brônquicos e convulsões.

A epicrise dos músculos lisos apresenta-se como uma hiperperistalse semelhante a uma cólica intestinal. Consequentemente, ambos os músculos brônquicos lisos e estriados participam da crise de asma.

O mesmo se aplica à crise de asma laríngea, neste caso, os músculos lisos e estriados da laringe estão envolvidos.

Tratamento da asma segundo a Medicina Germânica Heilkunde

A medicina convencional recomenda o uso de remédios para a asma brônquica, como a utilização de anti-inflamatórios e broncodilatadores.

Diferentemente da Medicina Germânica Heilkunde, que apresenta como tratamento da asma a busca real da cura dessa condição, permitindo a diminuição do uso de remédios.

De acordo com Dr.Hamer, descobridor da Medicina Germânica Heilkunde, para o tratamento da asma é necessário considerar programas biológicos especiais: principalmente a ameaça em território ou medo em território.

Ou seja, o indivíduo com asma precisa voltar ao seu histórico de vida e identificar quando aconteceu um evento inesperado que o deixou, por exemplo, com medo.

Veja o vídeo do depoimento da Carla Rossi que se curou da asma através do conhecimento da Medicina Germânica Heilkunde:

Inscreva-se no meu canal do YOUTUBE, você será notificado sempre que postados novos vídeos em primeira mão. >>>[Youtube] Clique Aqui para fazer a inscrição no Canal da Marina Bernardi

Gostou do artigo? Compartilhe com outros profissionais da saúde ou com um amigo querido que poderá ajudar.

Este blog é apenas um blog educativo. As informações e serviços aqui contidos não devem ser interpretados como um diagnóstico, tratamento, prescrição ou cura para a doença. Aqueles que buscam tratamento para uma doença específica devem consultar seu médico para determinar o protocolo de tratamento adequado, correto e aceito antes de usar qualquer coisa que é divulgado nesta página. O material referenciado acima reflete a convicção sincera da Dra. Marina Bernardi sobre esta nova medicina.