Alopecia (queda de cabelo) pela nova medicina

Neste artigo vou falar sobre alopecia (queda de cabelo), uma condição que foi assunto na mídia esses últimos dias por causa de Jada Pinkett Smith, esposa do ator Will Smith.

Alopecia é uma condição onde ocorre a queda de cabelo ou pelos, sendo o tipo mais comum a alopecia areata, onde o cabelo cai formando falhas no couro cabeludo (áreas arredondadas ou ovais).

De acordo com a medicina tradicional, essa condição é considerada uma doença autoimune, podendo ter origem genética ou causada simplesmente por causa de estresse.

Mas segundo estudos de Dr. Hamer, não existe doença autoimune, na verdade ocorre simplesmente que o corpo responde perante os conflitos biológicos.

A Medicina Germânica Heilkunde revela que a “doença” é iniciada por um conflito biológico ou choque que auxilia um indivíduo em momentos de angústia emocional inesperada.

Qual é a função da epiderme?

A alopecia afeta a epiderme, que é predominantemente responsável pela percepção sensorial, como temperatura, pressão e toque. 

A maioria das células da epiderme são queratinócitos (células produtoras de queratina) que se originam na camada mais profunda da epiderme, chamada de estrato basal. 

A queratina também é o principal componente estrutural do cabelo e das unhas. A epiderme consiste em epitélio escamoso queratinizado, origina-se do ectoderma, sendo assim, é controlada a partir do córtex cerebral.

Qual é o conflito biológico relacionado a alopecia?

O que é alopecia pela Medicina Germânica Heilkunde?

A alopecia ocorre após um conflito de separação referente à parte do corpo que não tem mais um contato físico (falta de um afago na cabeça).

Por exemplo, no caso de um homem, se os pontos calvos estiverem exclusivamente no lado esquerdo do couro cabeludo. Isso revela que a perda do contato físico está relacionada a uma companheira se for canhoto ou à mãe se for destro.

Fase ativa do conflito

A alopecia (queda de cabelo) ocorre durante a fase ativa do conflito do programa biológico, pois a epiderme começará a desenvolver micro-ulcerações.

Com a atividade contínua do conflito, no entanto, a pele fica seca, áspera, escamosa, pálida e fria devido à má circulação sanguínea. 

A ulceração profunda da pele epidérmica causa queda de cabelo (alopecia). Com a resolução do conflito, o cabelo volta a crescer, apresentando sintoma de coceira.

A pessoa também pode experimentar perda de memória de curto prazo (amnésia temporária), isso é simplesmente a natureza protegendo sua criação, permitindo que o indivíduo “esqueça” a perda angustiante.

Se o cabelo afina ou é perdido focalmente depende de como o subconsciente percebeu a separação. O grau de perda de cabelo dependerá da intensidade e duração do conflito.

Conclusão

Espero que você tenha entendido sobre alopecia (queda de cabelo) pela Medicina Germânica Heilkunde.

Considerou o artigo útil? Compartilhe esse artigo para que possamos ajudar mais pessoas a terem conhecimento sobre a Medicina Germânica Heilkunde.

>>> Garanta agora mesmo: Guia definitivo da Medicina Germânica Heilkunde

Este blog é apenas um blog educativo. As informações e serviços aqui contidos não devem ser interpretados como um diagnóstico, tratamento, prescrição ou cura para a doença. Aqueles que buscam tratamento para uma doença específica devem consultar seu médico para determinar o protocolo de tratamento adequado, correto e aceito antes de usar qualquer coisa que é divulgado nesta página. O material referenciado acima reflete a convicção sincera da Dra. Marina Bernardi sobre esta nova medicina.