O que é o albinismo? 

Através deste novo artigo pretendo esclarecer sobre o albinismo e outras condições ligadas a epiderme, segundo a Medicina Germânica Heilkunde.

O albinismo é uma condição que resulta na diminuição da produção de um pigmento chamado melanina na pele, cabelo e olhos, resultando em cor clara ou sem cor. 

A melanina é o pigmento que dá cor à pele e ao cabelo. É encontrada na camada externa da pele chamada epiderme, no cabelo e nos olhos. A melanina ajuda a proteger seu corpo contra a radiação ultravioleta (UV) do sol.

Qual é a função da epiderme?

A epiderme (pele externa) cobre a pele do cório subjacente (derme). Ela é predominantemente responsável pela percepção sensorial, como: temperatura, pressão e toque. 

A maioria das células da epiderme são queratinócitos (células produtoras de queratina) que se originam na camada mais profunda da epiderme, chamada de estrato basal. Essa camada também contém melanócitos produtores de pigmento (a maioria dos melanócitos, entretanto, está na derme). 

Da camada basal, os queratinócitos migram através do estrato espinhoso e estrato granuloso até o estrato córneo. Assim que atingem a superfície da pele, são gradualmente eliminados e substituídos por células mais novas empurradas de baixo para cima. A queratina também é o principal componente estrutural do cabelo e das unhas. 

A epiderme consiste em epitélio escamoso queratinizado, origina-se do ectoderma, sendo assim, é controlada a partir do córtex sensorial cerebral.

Conforme estudos de Dr. Hamer, a causa da maioria das “doenças” está relacionada a um conflito inesperado, vivido em solidão e traumático que ocorre na vida de uma pessoa.

Qual é o conflito biológico relacionado a epiderme?

Albinismo pela Medicina Germânica Heilkunde

O conflito biológico ligado à epiderme é um conflito de separação experimentado como uma perda de contato físico.

O albinismo é causado por um conflito de separação generalizado e “brutal” sofrido pelo feto. Devido à perda total da camada pigmentada da pele, a repigmentação não é mais possível, mesmo que o conflito seja resolvido.

Outras condições relacionadas a epiderme

O vitiligo, por exemplo, se desenvolve quando a ulceração atinge a camada basal da pele que consiste em células produtoras de melanina. A despigmentação cria as manchas brancas típicas do vitiligo. 

O conflito de separação relacionado à camada mais profunda da epiderme é percebido de forma subjetiva, como particularmente cruel ou “brutal” (perda de um ente querido, abuso físico)

As máculas brancas aparecem nos locais associados à separação. O cabelo que cresce nas áreas afetadas pelo vitiligo torna-se branco. 

Conflito de separação em recém-nascidos

Os recém-nascidos sofrem o conflito de separação quando são separados da mãe ao nascerem (colocados em uma incubadora ou dados para adoção). 

Um conflito de separação já pode ocorrer intrauterino, por exemplo, por causa de procedimentos de ultrassom. O ruído do ultrassom abafa os batimentos cardíacos da mãe, o que pode ser altamente traumático para o feto. E cada teste de ultrassom desencadeia uma recaída conflituosa para o nascituro. 

Para um bebê, a mãe é a figura de apego mais importante. A mãe protege seu filho e pode evitar que conflitos aconteçam. Portanto, quando uma criança pequena tem um conflito de separação (ou por exemplo, um conflito de medo ou territorial ), a mãe geralmente estava ausente quando o DHS ocorreu. 

Conclusão

Espero que você tenha entendido sobre o albinismo e outras condições ligadas a epiderme, segundo a nova medicina.

Considerou o artigo útil? Compartilhe esse artigo para que possamos ajudar mais pessoas a terem conhecimento sobre a Medicina Germânica Heilkunde.

>>> Garanta agora mesmo: Guia definitivo da Medicina Germânica Heilkunde

Este blog é apenas um blog educativo. As informações e serviços aqui contidos não devem ser interpretados como um diagnóstico, tratamento, prescrição ou cura para a doença. Aqueles que buscam tratamento para uma doença específica devem consultar seu médico para determinar o protocolo de tratamento adequado, correto e aceito antes de usar qualquer coisa que é divulgado nesta página. O material referenciado acima reflete a convicção sincera da Dra. Marina Bernardi sobre esta nova medicina.