O que são crenças limitantes e como vencê-las?

Saiba como vencer crenças limitantes

As crenças limitantes são percepções condicionadas desenvolvidas sobre todas suas experiências e memórias, e que acabaram se tornando verdades absolutas para você.

Todas as experiências que nos envolvemos emocionalmente com pessoas, eventos e circunstâncias resultam em nossos sistemas de crenças.

Esses sistemas de crenças são regras ou comandos psicológicos para o sistema nervoso que moldam seus pensamentos e filtram sua experiência da realidade. E são esses comandos que influenciam o que você irá de forma consciente excluir, distorcer ou generalizar a sua volta em sua vida.

Suas crenças estão centralizadas em quem você é, elas influenciam cada aspecto de sua vida de todas as formas possíveis.

Saber como as suas crenças influenciam seus sentimentos é fundamental porque muitas vezes disfarçam o que é a realidade, apresentando uma visão falsa do que é real, que só existe na sua imaginação.

Como identificar suas crenças limitantes?

Para atingir seus objetivos, você precisará alinhar certos princípios psicológicos fundamentais. Seus objetivos devem ser alinhados com seu propósito de vida e seus valores.

Identificando suas crenças limitantes:

1. Descubra o que você deseja

A primeira coisa a ser feita é descobrir o que você quer. Quais são os objetivos que você deseja alcançar?

Pense no que você está tentando fazer, mas por uma razão ou outra não consegue atingir seus objetivos.

2. Verifique suas crenças limitantes

Faça uma lista de todas as crenças limitantes que vêm à sua mente enquanto você trabalha em direção a seus objetivos.

O que ao pensar em alcançar um objetivo particular, você tem uma sensação de resistência para alcançá-lo?

Por exemplo:

  • Quando você é dominado por pensamentos negativos;
  • Quando você procrastina algo;
  • Quando você se entrega ao perfeccionismo;
  • Quando você hesita ou expressa seus medos;
  • Quando você realiza hábitos inúteis para sua vida.

3. Compreenda a origem de suas crenças

Agora identifique como essas crenças limitantes se originaram em sua vida.

Faça as seguintes perguntas:

  • Como se originou essa crença limitante particular?
  • O que me fez acreditar nessa crença por tanto tempo?
  • Quais experiências de vida apoiam essa crença?
  • Que experiências emocionais intensas apoiam essa crença?

Identificar como essas crenças surgiram pode ajudá-lo a trabalhar com elas de forma correta.

Desbloquear essas memórias pode ajudá-lo a abandonar experiências específicas e até mesmo perdoar certas pessoas que fazem parte de uma dolorosa experiência e o mais importante, se perdoar.

4. Vencendo suas crenças limitantes

Saiba que que suas crenças limitantes servem para um propósito, elas estão presentes para te proteger de algo. As intenções das crenças são proteger o indivíduo da dor, mas infelizmente em muitos casos leva a dor a longo prazo.

É importante analisar que algumas de suas crenças limitantes podem, de fato, ter alguma base em fatos reais. Se elas são originadas em fatos, então você precisará tratar essas crenças como problemas que devem ser resolvidos. Esses problemas são obstáculos físicos que você deve contornar para limpar o caminho para seus objetivos.

Conclusão

Espero que você tenha compreendido o que são crenças limitantes e como podem dificultar o alcance de nossos objetivos.

Através de perguntas e exercícios é possível eliminar as crenças que atrapalham nossa vida.

Gostou do artigo? Compartilhe com outros profissionais da saúde ou com um amigo querido que poderá ajudar.

Eu tenho um presente para você! Este Guia prático te ajudará a identificar e mudar comportamentos nocivos para transformar sua vida à partir de agora. Baixe gratuitamente o seu Guia Mudança de Padrão de Comportamento: 

Guia-Mudanca-Comportamento-Marina-Bernardi

Este blog é apenas um blog educativo. As informações e serviços aqui contidos não devem ser interpretados como um diagnóstico, tratamento, prescrição ou cura para a doença. Aqueles que buscam tratamento para uma doença específica devem consultar seu médico para determinar o protocolo de tratamento adequado, correto e aceito antes de usar qualquer coisa que é divulgado nesta página. O material referenciado acima reflete a convicção sincera da Dra. Marina Bernardi sobre esta nova medicina.