O que é osteoporose segundo a Nova Medicina Germânica

Osteoporose pode ser definida como a doença onde o indivíduo perde de modo acelerado sua massa óssea. Mas o que é osteoporose de acordo com Dr. Hamer, que descobriu a Nova Medicina Germânica?

A doença ocorre predominantemente em mulheres, sendo que três em cada quatro pacientes são do sexo feminino.

Através desse artigo, pretendemos esclarecer como a osteoporose afeta as mulheres de acordo com a Nova Medicina Germânica.

Segundo Dr. Hamer, que analisou sistematicamente milhares de tomografias do cérebro, a doença é desencadeada por um conflito biológico, que nesse caso é uma auto-desvalorização no sentido de não poder fazer algo ou ser obrigado a fazer o que não quer.

O conflito de desvalorização pode ser gerado por envelhecimento (quando se está limitado a fazer algo), enfermidade (que impede que a pessoa faça algo) ou transição para a aposentadoria, como não poder trabalhar, por exemplo.

A localização da osteoporose depende do tipo de específico de auto-desvalorização. Por exemplo: se o indivíduo se sentir desvalorizado por completo, a coluna inteira será afetada. Se ocorrer a desvalorização abaixo da cintura (relacionada a um problema com o parceiro), o quadril sofrerá as consequências. Já se ocorrer a perda de auto desvalorização, como  ‘’sou um parceiro ruim’’, a desvalorização afetará  o ombro.

A medula cerebral ou substância branca é a extensão do cérebro onde recebe o choque de auto-desvalorização, controlando os ossos, tendões, os músculos e outros tecidos que literalmente “suportam” a pessoa.

Existe relação entre menopausa e osteoporose?                                              

A Nova Medicina Germânica mostra porque nem todas as mulheres pós-menopausa desenvolvem osteoporose.

Segundo a ginecologista Dra. Susan Love, a correlação entre a perda óssea e a deficiência de estrogênio é meramente hipotética, que mostra em seu livro “Hormone Book” (Livro dos Hormônios).

A pesquisa de Dr. Hamer também relata que a osteoporose não tem nada a ver com as mudanças hormonais, mas sim tem a ligação com a auto-desvalorização das mulheres na pós-menopausa.

Após os filhos saírem de casa, uma mulher muitas vezes sente que ela não é mais necessária. Com as mudanças que vem na menopausa, as mulheres simplesmente não se sentem mais as mesmas. O seu desempenho físico, mental e sexual não são mais como eram antes. Nesta fase da vida, o desempenho de uma mulher se torna muito vulnerável.

Em caso de perda de densidade óssea, a terapia de reposição hormonal tem sido regularmente prescrita para as mulheres, mas pesquisas publicadas recentemente pela Women´s  Health Initiative questionam essa prática.

A terapia de reposição hormonal traz resultado?

O estrogênio faz uma mulher sentir-se mais jovem, o que por consequência faz com que ela se sinta mais atraente.

Este aumento de estrogênio pode apenas fazer o ‘’truque’’ para resolver o conflito de auto-desvalorização das mulheres.

Portanto, não é o estrogênio por si só  que melhora a saúde óssea da mulher, mas sim o efeito do hormônio sobre a sua psique.

Conclusão

Esperamos que você tenha entendido o que é osteoporose segundo a Nova Medicina Germânica.

A Nova Medicina Germânica nos oferece um novo conceito de aprendizagem e cura, baseada nas Cinco Leis Biológicas. Conheça melhor sobre as Cinco Leis Biológicas, baixando nossa aula gratuita.

 

Gostou do artigo? Compartilhe com outros profissionais da saúde ou com um amigo querido que poderá ajudar.

Conheça ainda mais a Germânica Heilkunde através do nosso ebook:

Nova-medicina-germanica-pdf

Este blog é apenas um blog educativo. As informações e serviços aqui contidos não devem ser interpretados como um diagnóstico, tratamento, prescrição ou cura para a doença. Aqueles que buscam tratamento para uma doença específica devem consultar seu médico para determinar o protocolo de tratamento adequado, correto e aceito antes de usar qualquer coisa que é divulgado nesta página. O material referenciado acima reflete a convicção sincera da Dra. Marina Bernardi sobre esta nova medicina.